Após temporais, Defesa Civil emite alerta de forte ventania na cidade

O governo pede para que a população evite ficar embaixo de árvores ou placas de sinalização, que correm o risco de cair em algumas regiões do DF

Por causa dos temporais que caíram na capital nesta semana, a Defesa Civil do Distrito Federal emitiu um alerta a todos os moradores sobre uma forte ventania que está acontecendo na cidade nesta quinta-feira (22/2). No aviso, o governo recomenda que ninguém fique parado embaixo de árvores ou placas de sinalização.

A sinalização foi enviada por SMS, por meio de um sistema gratuito de alertas de desastres naturais por celular, coordenado pela Defesa Civil Nacional desde a última segunda-feira (19/2). Moradores de diversas regiões do DF serão avisados sobre inundações, alagamentos, temporais e deslizamentos de terra próximas às suas regiões.

Recentemente, a população começou a receber uma mensagem solicitando o cadastramento no serviço. Para fazer parte do sistema, basta responder à mensagem informando ao menos um CEP do interessado. Os moradores que não receberem o contato podem enviar o CEP para o telefone da Defesa Civil Nacional, o 40199.

Segundo o coronel Sérgio Bezerra, subsecretário de proteção e Defesa Civil do DF, a mensagem foi enviada para todas as pessoas cadastradas no sistema. No entanto, o serviço ainda está em fase de aprimoramento e falhas estão acontecendo. “O aviso foi enviado para todas as pessoas inscritas. Quem não recebeu, foi por falha do sistema e a central já está investigando. Tem inclusive pessoas que estão recebendo mensagem de outros estados. Isso é um erro, mas vai ser arrumado”.

Zonas de risco

Em novembro de 2017, no último levantamento apresentado pela Subsecretaria do Sistema de Defesa Civil, o DF possuía 36 áreas de risco, distribuídas por 18 regiões administrativas. Os casos mais graves são de ocupações, localizadas em áreas com frágil infraestrutura, passíveis de maiores danos em casos de deslizamentos, escorregamentos, enchentes, incêndio, desabamento entre outros desastres.

As regiões administrativas com áreas de risco são: Águas Claras, Ceilândia, Estrutural, Fercal, Itapoã, Núcleo Bandeirante, Paranoá, Planaltina, Recanto das Emas, Riacho Fundo I, Samambaia, Santa Maria, São Sebastião, Setor de Indústria e Abastecimento (SIA), Sobradinho II, Taguatinga, Varjão e Vicente Pires. Ainda de acordo com o relatório, a probabilidade de desastres aumenta na época de chuvas.

Tempestades até março

A previsão do tempo para o DF é de chuva. Os temporais devem se repetir até a primeira quinzena de março. O observatório do Instituto Nacional de Meteorologia (Inmet) no Sudoeste registrou acúmulo de 217,5 milímetros, o mesmo estimado para os 28 dias de fevereiro, de acordo com a média histórica.

Para esta quinta, a previsão é de ainda mais chuva. Segundo o Inmet, o tempo continua nublado a encoberto com possibilidade de trovoadas isoladas. A temperatura varia entre 17°C e 28°C.

Matéria do site Correio Braziliense

Foto: Google Imagens

Olá, tudo bem!? Então, quer participar do nosso blog? Envie a sua sugestão de matéria ou reportagem para o e-mail expressaobrasiliense@gmail.com ou entre em contato pelo 99991-9106. O Expressão Brasiliense conta com o seu apoio e ajuda para produzir e disseminar as informações de maneira correta e verdadeira. Estamos esperando o seu contato.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s