Entrevista Alexandre Bispo – Presidente do PR

alexandre bispoEnquanto aguardávamos a nossa entrevista com o Dr. Jofran Frejat, pré-candidato ao governo do DF pelo Partido Republicano (PR), na sede do partido, no Plano Piloto, na última quarta-feira (07/02), tivemos a oportunidade de fazer um pinga-fogo com o presidente interino do PR, Alexandre Bispo. Confira.

Expressão Brasiliense: Primeiramente, agradecemos a oportunidade. Qual é a posição do PR em relação aos pré-candidatos ao governo do grupo ao qual pertence?

Alexandre Bispo: Quero primeiro dizer que o PR está à sua disposição para sempre que precisar. Bom, o PR conta com um nome que tem sido um dos mais citados pela população do DF, que é o nome do Jofran Frejat. O nosso pré-candidato ao governo do DF é Jofran Frejat em função da sua participação na eleição anterior, o apoio que tivemos da Flávia Arruda como vice na chapa e isso causou, o que o próprio Frejat tem dito, um recall, e esse recall tem credenciado ele a ser o nosso candidato a governador.

EB: E como o PR está se preparando, não só para a disputa para o governo, como para os demais cargos?

AB: A gente tem uma responsabilidade, quando se tem um pré-candidato a governador com reais chances de ganhar a eleição, como é o caso do Frejat, maior. Temos sidos procurados por muitos pré-candidatos que querem disputar as eleições. O que a gente tem feito é tentar selecionar, da melhor forma possível, pessoas que tem compromisso realmente com a cidade, pessoas que estão acima de tudo vendo o benefício da população. A nominata tem sido feita buscando trazer pessoas de grupos de várias representações da sociedade para que se tenha uma boa base para disputar as eleições e, que com a força de Deus, tenhamos inclusive um grupo importante eleito para que possa dar sustentação ao Frejat com os projetos que terá pela frente.

EB: A meta é eleger quantos deputados federais e deputados distritais?

AB: Olha, nós temos como compromisso, com o Frejat se elegendo governador, de eleger pelo menos quatro deputados distritais e acreditamos que podemos eleger dois deputados federais.

EB: Quanto às articulações, as possíveis alianças, como o PR está se posicionando?

AB: Tem muita especulação a respeito de várias conversas que estão circulando por aí. Mas, a verdade é que existe dentro do PR uma posição, que adotamos desde o início da nossa caminhada, que de fato nós teríamos um candidato a governador e estabelecemos o que se ouve muito no esporte o que se chama de fair play. Um jogo limpo com todos os outros partidos que tem a intenção de resgatar Brasília do descaso que está atualmente. Com esses partidos, nós temos conversado constantemente, quase que diariamente, em busca de conciliar todos os interesses em prol de um nome. Existe um acordo feito e esse acordo é o que está valendo. Quem está melhor na pesquisa é o nome que os demais vão apoiar.

EB: Hoje esse nome é o do Frejat?

AB: Hoje é o nome do Frejat. A gente tem trabalhado para fortalecer esse nome. Então, o nosso diálogo é bom. Temos tido uma boa aceitação por parte da população e está havendo um amadurecimento que esse nome, é o nome do Frejat. Realmente, é um nome muito forte para um cargo majoritário nessa chapa. E agora nós vamos esperar que partidos, tanto de centro-direita como de centro-esquerda, não façam uma candidatura de oportunismo e que enxerguem a possibilidade de a gente resgatar Brasília formando um grande bloco para enfrentar esse atual governo.

EB: E essas especulações quanto a possíveis rachas, não pode vir a prejudicar o grupo?

AB: Não, não.

EB: Mas estão circulando muitas especulações, até mesmo inverídicas, o que gera dúvidas. Então, está havendo um racha ou não está?

AB: Cada partido tem os seus objetivos, os seus compromissos, inclusive, com as agremiações a nível nacional. A intenção na verdade é fazer essa junção. Essas intrigas, como costumamos dizer internamente é um fogo amigo. Mas tem algumas que já são fogo inimigo. Esse pessoal do fogo inimigo, nós estamos apartando do grupo por não concordar com esse tipo de relação. Mas, não existe racha de maneira nenhuma, nem dentro do PR e nem dentro desse grupo. Existem muitas conversas com os partidos de centro-direita e centro-esquerda, conversas até mesmo de formulação de propostas para Brasília. Internamente, nós estamos completamente coesos. O Frejat, além do apoio da população, ele tem o apoio de todo nosso diretório regional que o aprovou sem nenhum problema, sem nenhuma dificuldade para lançar o nome dele para governador. Temos a aprovação de todos os filiados ao nosso partido, além do PR nacional. O Frejat hoje conta com toda a força do partido, inclusive, de suas lideranças como o Arruda, a Flávia Arruda, o deputado Bessa e os nossos deputados distritais. Então, não tem nenhuma confusão, não tem racha, não temos nenhum tipo de atrito. O que tem é muito fogo amigo e alguns já pularam a cerca para o fogo inimigo.

EB: E se não houver acordo para que o nome do Dr. Frejat seja consenso entre o grupo. Há um plano B?

AB: Olha, não. O interesse do Frejat é para governador. Nós não temos um plano B caso não seja ele. Esse é o caminho. E essa decisão cabe unicamente ao Frejat. Ele tem toda a liberdade dentro do partido. É uma liderança importante dentro do PR e a escolha é dele. E a escolha que ele tem nos colocado é ser candidato a governador e nenhuma outra posição lhe interessa. Nós estamos à disposição do Frejat para compor da forma que ele achar melhor.

Da Redação

Foto: José Fernando Vilela

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

w

Conectando a %s