Rollemberg e Perillo visitam obras do sistema de produção de água Corumbá IV

O governo do Distrito Federal anuncia previsão de conclusão para o fim de 2018 e o governo goiano fala em seis meses. E aí? Como fica a população?

A velha prática de agradar o eleitor em ano eleitoral está valendo para o Distrito Federal e o Estado de Goiás. Hoje (17/01) foi dia dos governadores Rodrigo Rollemberg (PSB) e Marconi Perillo (PSDB), do DF e Goiás, respectivamente, realizarem uma visita nas obras da Estação de Tratamento de Água, na cidade de Valparaíso de Goiás. Em meio à crise hídrica que castiga Brasília, a ajuda vinda do Estado vizinho é bem-vinda.

Além dos chefes dos Executivos, ministros, secretários de Estado e apoiadores de ambos os governos engrossaram o ato político que apresentou o Sistema Produtor de Água Corumbá IV a imprensa e, por sua vez, a população. Entretanto, os sites de notícias dos dois governos apresentam divergências quanto ao prazo de conclusão das obras. O do DF constam que será até o fim de 2018 e o de Goiás fala em funcionamento em seis meses, ou seja, lá para meados de julho, agosto, por aí.

Este slideshow necessita de JavaScript.

Afinal, quando será entregue essa obra de extrema relevância para a população brasiliense e goiana? A captação será dividida em 50% para cada. Serão captados 2,8 mil litros de água por segundo na primeira etapa dos trabalhos, sendo 1,4 mil para o DF e 1,4 mil para Goiás. Em um segundo momento, para além de 2018, chegará a 5,6 mil litros por segundo.

A Saneago é a responsável pela captação hídrica e a construção de 12,7 quilômetros da adutora. Outros 15,3 quilômetros são de responsabilidade da Caesb, assim como a estação de água.

O caminho da água começa no Lago Corumbá IV, em Luziânia (GO), passa pela estação de bombeamento e vai para a de tratamento. De lá, segue para os locais que abastecerá.

As regiões administrativas do DF que vão receber a água serão Gama e Santa Maria, em um primeiro momento; depois, Planaltina, Recanto das Emas e Riacho Fundo. Quatro municípios goianos do Entorno fecham a lista: Cidade Ocidental, Luziânia, Novo Gama e Valparaíso.

Da redação com informações da Agência Brasília e do Gabinete de Imprensa do Governador de Goiás

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s